sexta-feira, outubro 22, 2021
Início CBA ABACO ACUPUNTURA PARA DEPENDÊNCIA QUÍMICA

ACUPUNTURA PARA DEPENDÊNCIA QUÍMICA

A dependência química é uma condição persistente ao longo da vida que resiste à maioria das formas de tratamento. A abstinência depende de muitos fatores, nem todos bem compreendidos, e as taxas de recaída são altas. Os transtornos por uso de substâncias constituem um tipo de transtorno relacionado com substância que envolve um padrão patológico de comportamentos em que os pacientes continuam a usar uma substância apesar de experimentarem problemas significativos relacionados ao uso. Estas substâncias ativam diretamente o sistema de recompensa do cérebro e produzem sensações de prazer. No entanto, a ativação pode ser tão intensa que os pacientes cada vez mais anseiam pela substância e negligenciam as atividades normais para obtê-la e usá-la.

As pesquisas que utilizam a Acupuntura no tratamento da dependência química são particularmente difíceis por causa das altas taxas de abandono dos estudos. No entanto, evidências apontam que a estimulação da liberação de substâncias endógenas induzidas pela Acupuntura, particularmente a Eletroacupuntura, seja um importante mecanismo de ação da terapia relacionado com a diminuição significativa dos sinais de abstinência.

Além dos efeitos da Acupuntura no sistema neural de recompensa, o tratamento com Acupuntura e o ambiente no qual esse tratamento é oferecido, tem efeitos benéficos mais amplos que podem ser muito relevantes clinicamente na redução da dependência. A Acupuntura pode aumentar o relaxamento, permitindo tempo para reflexão, longe de um ambiente de uso, pode atuar como um “símbolo” de vários benefícios, incluindo cuidado (aliança terapêutica) e a possibilidade de uma ajuda positiva (expectativa).

Em resumo, a Acupuntura é uma promissora técnica a ser utilizada no tratamento da dependência química em uma ampla variedade de configurações, principalmente como um complemento a outras intervenções. O entusiasmo por parte dos profissionais envolvidos baseia-se, principalmente, em verificações repetidas de que a Acupuntura administrada durante a abstinência promove relaxamento e melhora do sono, apresenta um significativo efeito calmante, reduzindo assim a tensão e a raiva para que os usuários participem do programa. A Acupuntura também ajuda na concentração e na capacidade de enfrentamento. Pacientes que se queixam de sedação e letargia durante a retirada dos medicamentos se sentem mais enérgicos e focados após a Acupuntura. Os pacientes também relatam redução do desejo, da depressão e da dor.

Artigo anteriorWorkshop Omotenashi
Próximo artigoConheça a CBA ABACO
RELATED ARTICLES
- Advertisment -

ARTIGOS MAIS VISITADOS

COMENTÁRIOS RECENTES